Permissões (chmod)


Para alterar permissões de arquivos e diretórios utilizamos o comando chmod.

OBS: Somente quem tem permissão no arquivo ou diretório poderá alterar as permissões.

Breve explicação:

Tendo em mente que o conceito de binário significa 0 = desligado e 1 = ligado, vejamos como fica na tabela abaixo:

    rwx
0 - 000
1 - 001
2 - 010
3 - 011
4 - 100
5 - 101
6 - 110
7 - 111

Fazendo associação com as letras r, w, x e o caractere -, vamos entender cada um:

r: significa permissão de leitura (read);
w: significa permissão de gravação (write);
x: significa permissão de execução (execution);
-: significa permissão desabilitada.

Atenção:

---: nenhuma permissão;
r--: permissão de leitura;
r-x: leitura e execução;
rw-: leitura e gravação;
rwx: leitura, gravação e execução.

Feito isso, sabemos que um arquivo ou diretório possui 3 modos de permissão:

1) DONO do arquivo ou seja, quem o criou
2) GRUPO do usuário dono do arquivo,
3) QUALQUER outro usuário ou grupo

Sabendo disso, temos a tabela final abaixo:

      dono grupo outros
       rwx    rwx     rwx
0 -   000    000    000
1 -   001    001    001
2 -   010    010    010
3 -   011    011    011
4 -   100    100    100
5 -   101    101    101
6 -   110    110    110
7 -   111    111    111

Exemplo:

Temos um diretório qualquer chamado mp3. Se quisermos dar permissão total para o dono [eu], permissão de apenas leitura para o meu grupo e nenhuma permissão para o resto do mundo, o comando ficaria assim:


chmod 740 /mp3
(acompanhem na tabela acima, que o 7=rwx, 4=r e 0=nada)




Comentários

Copyright © 2018 Anderson Bravo
www.andersonbravo.com.br
anderson@andersonbravo.com.br