Boas práticas de Programação


1. Escreva os programas de maneira bem simples e direta (sem complicar)

2. Leia documentos a respeito da versão da Linguagem que estiver usando

3. Faça pequenos programas para testar os comandos da linguagem

4. Leia e estude cada mensagem de erro emitida pelo compilador

5. Comece todo programa com um comentário descrevendo a finalidade do mesmo

6. Coloque nas funções, que imprimem alguma mensagem, como último caractere de impressão, um comando de fim de linha

7. Termine toda função com return

8. Recue o corpo de uma função (endentação), fazendo com que a mesma fique mais legível

9. Estabeleça um critério de espaços nos recuos

10. Declare cada variável em uma linha para facilitar a escrita de comentários

11. Coloque um espaço após cada vírgula (ou ponto e vírgula) na estrutura for

12. Escolha nomes significativos para as variáveis

13. Comece o nome dos identificadores com letra MAIÚSCULA, e, da mesma forma, cada palavra das variáveis com nomes compostos

14. Declare as variáveis sempre no início das funções

15. Coloque sempre uma linha em branco entre a declaração de variáveis e os comandos seguintes

16. Coloque espaços dos dois lados dos operadores aritméticos

17. Escreva parênteses, ainda que redundantes, para facilitar o entendimento de expressões aritméticas

18. Quebre um comando longo em comandos menores e mais simples

19. Faça endentação no corpo de uma estrutura

20. Escreva um comando por linha

21. Separe os comandos longos em várias linhas, quebrando-as em pontos que façam sentido

22. Consulte as tabelas de precedência dos operadores aritméticos e, em caso de dúvida, escreva parênteses para efetuar as operações da forma pretendida

23. Use um 'pseudocódigo' para 'bolar' um programa

24. Endente o corpo do comando if e else

25. Endente todos os níveis com o mesmo espaçamento

26. Escreva sempre chaves nos comandos de controle (if/else, while, for etc.), mesmo que não seja obrigatório

27. Digite as chaves, parênteses e colchetes (abrindo e fechando) antes de digitar os comando ou expressões entre eles

28. Inicialize contadores, somatórios ou produtórios

29. Imprima mensagens de erro em expressões que tenham restrições de valores, tais como divisão por zero, raiz quadrada de número negativo, entrada de dados inválidas, dentre outras

30. Solicite ao usuário os valores a serem digitados, com mensagens adequadas

31. Explicite os valores dos 'flags' nas entradas de dados que os contêm

32. Use o valor absoluto da diferença entre dois números reais, menor que um valor pequeno, em vez de comparar números reais com sinal de igualdade ou desigualdade

33. Inicialize as variáveis ao declará-las, sempre que possível

34. Escreva os operadores unários sempre próximos das variáveis (sem espaços)

35. Controle as repetições com valores inteiros

36. Evite muitos níveis de endentação, pois estes tornam os programas difíceis de serem entendidos

37. Use <= ou >= em lugar de < ou >, nas estruturas de repetição, para evitar executar uma iteração a menos

38. Evite alterar as variáveis de controle do laço for, dentro do corpo do laço

39. Coloque sempre o default no comando switch para chamar a atenção em casos excepcionais

40. Teste os programas exaustivamente!




Comentários

Copyright © 2017 Anderson Bravo
www.andersonbravo.com.br
anderson@andersonbravo.com.br